Pesquise por assuntos do seu interesse
15/05/2014
Foi inaugurado no Canadá um deck de observação a 280 metros de altura, batizado de Glacier Skywalk. Se trata de uma passarela com piso de vidro no coração das montanhas rochosas do Jasper National Park.
 
A nova atração é fruto de uma parceria entre três empresas (Brewster Travel Canada, Sturgess Architechture e Read Jones Christofferson Engineering) e demorou vários anos para ser produzida, já que a passarela avança cerca de 30 metros desde a borda do penhasco.
 
Apesar de a grande novidade ficar por conta do deck suspenso, a verdade é que o passeio começa antes mesmo de se chegar à passarela. Para chegar ao Glacier Skywalk, os visitantes têm de embarcar em um transfer que parte do Centro de Descobrimento Columbia Icefield e passa por paisagens de tirar o fôlego, como o Vale Sunwapta, grandes precipícios e formações glaciais.
 
Fonte: Bomtrip 
15/05/2014
Navagio Beach, ou Praia do Naufrágio, é uma enseada isolada de areia na ilha de Zakinthos e uma das praias mais famosas da Grécia. Possui esta fama porque foi lá que deu-se o naufrágio do navio Panagiotis que estava sendo usado por contrabandistas e ao fugir da marinha grega durante uma tempestade terminou naufragando nesta enseada. Por esse motivo, Navagio é também é conhecida por "Smugglers Cove" ou Enseada do Contrabandista.
 
 
 
Apesar de toda essa história, há quem duvide dela. Na opinião dos moradores mais próximos, o navio foi ali colocado pelo Ministério do Turismo Grego para incrementar o turismo. Seja qual for a verdade, o que importa que a praia é realmente belíssima e os navios de turismo se revezam para ancorar no local.
 
 
Navagio está localizado na costa noroesteda Ilha de Zaquintos. A área é definida porsuas falésias de calcário puro, praias deareia branca e águas azul-claras, que atraem milhares de turistas anualmente. A faixa de praia é acessível apenas por barco,de Porto Vromi para o sul, e do porto de São Nikolas em Volimes para o nordeste. Mais tipicamente, os barcos que chegam a partir do porto de Zaquintos, a cidade capital, com cruzeiros e passeios de ancoragem de hora em hora Navagio.
 
14/05/2014
Sessenta e dois (62) casos de Poliomielite foram registrados em 10 países. Diante do aumento destes casos no mundo e a proximidade de grandes eventos em massa onde haverá grande circulação de pessoas, o Brasil corre risco da reintrodução da doença no país (desde 1990 não são registrados casos de Poliomielite no Brasil).
 
A fim de garantir as ações de vigilância e controle da doença, o Ministério da Saúde reitera as medidas de prevenção (vacinação) aos brasileiros, e principalmente aos turistas que irão visitar: Camarões, Síria, Paquistão, Afeganistão, Guiné Equatorial, Etiópia, Iraque, Israel, Somália e Nigéria. Cidadãos que já vacinarem-se no período de 12 meses não necessitam vacinar-se novamente.
 
A Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite acontecerá de 13 a 30 de setembro de 2014.
 
14/05/2014
Um dos símbolos do Rio, o Parque Lage fica na região do Jardim Botânico, aos pés do Cristo Redentor. 
O prédio inspirado nos palácios romanos tem um lindo jardim em estilo europeu. É em torno da piscina que o café é servido. A comida é simples e há fila, mas é o conjunto que vale a visita.
 
 
PARQUE LAGE
 



 
 
A unidade da tradicional Confeitaria Colombo localizada no Forte de Copacabana ganhou fama por seu café da manhã. A refeição é servida ao ar livre com incrível vista para a praia mais famosa da cidade. As opções de comidas são deliciosas.
 
FORTE DE COPACABANA


 
 
O luxuoso endereço de Copacabana também é acessível para meros mortais. Mesmo sem se hospedar no hotel, você pode tomar café da manhã à beira de uma das piscinas mais famosas da cidade.
 
 
COPACABANA PALACE
 
 
Pouco conhecido, o café do Espaço 7Zero6, na cobertura do Praia Ipanema Hotel é de tirar o fôlego. Não bastasse a vista de Ipanema e do Leblon, os itens servidos no menu fechado são excelentes e incluem pães, sucos, frios, pratos quentes, salmão e até brinde com espumante.
 
 
ESPAÇO 7ZERO6

12/05/2014
Nos últimos meses, diversas mudanças na política de vistos da União Europeia e dos Estados Unidos fizeram com que alguns passaportes da América ganhassem mais peso no cenário mundial.
 
Alguns chilenos, por exemplo, vão poder entrar em território americano sem visto. Mas, afinal, qual o passaporte mais valorizado na América Latina?
 
Em um índice sobre cidadãos de um país que podem viajar a mais destinos sem a necessidade de visto, o Brasil aparece em segundo lugar, ficando atrás da Argentina. No ranking, organizado pela consultoria Henley & Partners e pela Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA, na sigla em inglês), o Chile fica em terceiro lugar, seguido por México e Uruguai, empatados.
 
Mundo
O índice leva em conta o número de países para os quais a população daquela nação pode viajar sem visto. No caso dos brasileiros, por exemplo, em 2008 eles podiam viajar para 122 países sem visto; número que subiu para 146 em 2013. A lista contempla 219 destinos no mundo, incluindo países e territórios. A máxima pontuação possível é de 218, já que não se conta o próprio país de quem viaja.
 
No ranking geral, entretanto, o Brasil ocupa o 19º lugar, enquanto a Argentina está em 18º e o Chile, em 21º.
 
 
Fonte: Terra
i
09/05/2014
Neste Dia das Mães, a Bellenzier Turismo dá dicas para ajudar as mães que viajam com filhos, confere aí: 
 
1. Em voos de duração mais longa, prefira os horários noturnos .
2. Verifique se a companhia aérea oferece comida especial e um berço desmontável . Se sim, peça com alguns dias de antecedência.
3. Use uma mochila com os apetrechos da criança, além de deixar as mãos livres, a mochila pode ser colocada no colo, e evita que você tenha que se levantar para pegá-la no bagageiro.
4. Leve a criança no pediatra um pouco antes da viagem. Se ela estiver com algum tipo de doença que deixa o nariz constipado, evite levá-la no avião. Essa condição pode aumentar a dor no ouvido durante a aterrissagem.
5. Se a criança é de colo, procure ficar no primeiro assento , pois tem mais espaço para os pés. Se ela for maior, prefira os assentos em que o apoio de braço levanta, assim a criança poderá deitar no seu colo.
6. Evite dar cafeína ou chocolate para as crianças antes do vôo. São substâncias que deixam as crianças mais agitadas.
7. Para o entretenimento, leve brinquedos pequenos e que não façam barulho . Livros ilustrados, aparelho de DVD portátil ou MP3 player são boas pedidas para divertir as crianças mais velhas – sempre com fone de ouvido, nos dois últimos casos.
8. Na hora da aterrissagem, dê a criança algo de mastigar. Se ela for de colo, dê algo para ela sugar. Ambas ações diminuem a dor de ouvido.

 
 
Boa viagem!
06/05/2014
Até o mês de abril foram registradas 240 mil reservas de diárias em hotéis nas cidades-sede da Copa do Mundo nos dias e nas vésperas de jogos, segundo levantamento feito pelo Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil (FOHB).
 
A maior procura foi no Rio de Janeiro, seguida por Natal e Cuiabá.
 
Para o Ministério do Turismo, que monitora a situação dos meios de hospedagem nas cidades-sede, a pesquisa serve como parâmetro porque revela a ocupação dos maiores estabelecimentos hoteleiros nas cidades-sede.
 
A cidade do Rio de Janeiro é a que apresenta maior procura - e nos hotéis pesquisados pela FOHB, cerca de 93% das unidades já têm pacotes fechados, por exemplo, para os dias 12 e 13 de julho, data da final da competição. Os percentuais de ocupação na capital carioca também estão acima dos 83% para as datas de jogos da primeira fase da Copa, bem como das oitavas e quartas de final.
 
Natal, por usa vez, apresenta 85% de reservas feitas entre os dias 15 e 16 de junho para o jogo entre Gana e Estados Unidos. Depois dos brasileiros, os norte-americanos são os que mais ingressos compraram até agora para a Copa, com 125.465 ingressos. Outra cidade com alta ocupação dos hotéis é Cuiabá. Nos dias 23 e 24 de junho, quando acontece a partida entre Japão e Colômbia, as reservas em hotéis já chegaram a 79% dos leitos nas principais redes.
 
Em contrapartida, a pesquisa mostra que cidades como São Paulo (24%), Porto Alegre (62%), Curitiba (44%) e Salvador (57%), ainda tem uma boa disponibilidade de vagas.
 
 
Fonte: G1 Turismo e Viagem 
02/05/2014
Entre os dias 30/04 a 04/05/2014 ocorrerá o 26º Festival Internacional de Balonismo na cidade de Torres/RS.
 
Nos anos  2000, o Festival de Balonismo ganhou o status de Festival Internacional de Balonismo. O sucesso das muitas edições do evento consolidou Torres como a Capital Brasileira de Balonismo. O Festival é hoje o principal evento promovido pelo município, posto que se deve, entre outras coisas, a sua continuidade, singularidade (eventos consecutivos como este são realizados apenas em dois outros lugares no mundo: Albuquerque, no Novo México, e Chateau D’Ouex, na Suíça) e a mídia espontânea que gera em veículos de rádio, TV e jornais.

 
Fonte: http://www.festivaldebalonismotorres.com.br
02/05/2014
Sim, cinema dentro do mar! O cinema foi montado em Kudu Island, na Tailândia, entre as pedras do arquipelágo da baía de Bengala. 
 
Quem teve a ideia foi o arquiteto alemão Ole Scheeren, que atualmente vive na China. A sala foi projetada para a experiência única durante o festival "Film on the Rocks Yao Noi".  
 
A plataforma, que suporta o auditório, foi feita com molduras de madeira amarradas por borrachas e materiais reciclados, envolvidos por blocos de espuma, uma técnica local, segundo o arquiteto. Os convidados ficaram em puffs e curtiram essa oportunidade incrível no meio do mar.









 
Fonte: http://nomadesdigitais.com
16/04/2014
A caverna de Son Doong, no Vietnã, é tão grande que comporta uma floresta inteira, um lago e um rio em seu interior. Com 9 km de extensão, 200 metros de largura e 150 metros de altura, ela é considerada a maior caverna do mundo, segundo a British Cave Research Association. O ranking leva em conta o volume -- calcula-se que algumas de suas mais de 150 câmaras comportariam um quarteirão inteiro de uma cidade, cheio de prédios de 40 andares
 
Mas visitar esse lugar cobiçado pelos amantes do ecoturismo é para poucos. Para proteger a área, apenas 224 pessoas por ano têm permissão para fazer a visita – e, mesmo assim, é preciso estar acompanhado de uma equipe de guias e especialistas em segurança, além de pagar, no mínimo, US$ 3 mil (cerca de R$ 6,6 mil).
 
O passeio para até oito turistas é conduzido pela Oxalis, única agência autorizada a explorar o lugar. São seis dias de jornada: dois deles de caminhada dentro do parque nacional Phong Nha-Ke Bang, onde fica Son Doong, e os demais dentro da gruta.
 
Fósseis de 300 milhões de anos




Os participantes do passeio vão com roupas especiais, capacetes, cordas e lanternas. É preciso ter bom preparo físico: a única forma de entrar na caverna, que tem difícil acesso, é descer 80 metros de rapel.
 
Dentro da caverna há fósseis de 300 milhões de anos 
 
 
Lá dentro, monta-se um acampamento. Há banheiros improvisados, mas não dá para tomar banho. “Você vai ficar sujo. Vamos levá-lo a algumas áreas com água, mas não espere muito conforto. É um acampamento dentro de uma caverna!”, avisa o site da agência. Também é preciso ir preparado para encontrar, eventualmente, aranhas e cobras.
Mas o passeio promete compensações. Entre elas, a chance de ver penhascos de 250 metros de altura, estalactites e estalagmites também enormes, um lugar chamado “Jardim do Éden” e outro conhecido como “Grande Muralha do Vietnã”, além de fósseis de 300 milhões de anos de idade.
 
Príncipe
 
 
 
Estima-se que a caverna de Son Doong tenha sido criada há 2,5 milhões de anos, pela ação da água do rio erodindo no arenito dentro da montanha.
A gruta fica perto das montanhas Annamite, na província de Quang Binh, próxima à fronteira do Vietnã com o Laos. A cidade mais próxima é Son Trach. O nome Son Doong significa “rio da montanha”.
Neste ano, a primeira pessoa a explorar a caverna foi o príncipe de Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes Unidos.
 

 
Fonte: G1
24/03/2014
O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento começou a emitir nesta segunda-feira (24) o passaporte para cães e gatos.
 
O documento poderá substituir o atual Certificado Veterinário Internacional (CVI) e não é obrigatório -- caberá ao dono decidir se prefere aderir ou não. De acordo com a veterinária Mirela Eidt, fiscal do ministério, a vantagem de tirar o novo documento é que as informações estarão todas reunidas em um lugar só, e o passageiro perderá menos tempo esperando a liberação do animal para o transporte.
 
Antes de fazer o passaporte, o proprietário deve procurar um veterinário em estabelecimento especializado para implantar um microchip no animal para facilitar sua identificação em qualquer país. O objeto tem o tamanho de um grão de arroz e fica sob a pele do bicho.
 
Para tirar o documento, é preciso ir até as unidades do Sistema de Vigilância Agropecuária Internacional (Vigiagro), situadas em aeroportos, portos e postos de fronteira nos estados.
 
O G1 ligou para 10 das unidades e em sete delas (Rio de Janeiro, Belo Horizonte, São Paulo, Porto Alegre, Fortaleza, Campinas, Campo Grande) foi informado pelo atendente de que o local ainda não estava fazendo o requerimento do passaporte e que aguardava orientações do ministério para iniciar o processo. Em Recife, Belém e Brasília foi informado que o requerimento já pode ser feito.
 
De acordo com o ministério, os passaportes ainda não foram entregues às unidades, mas o requerimento já pode ser feito em todas elas, já que o prazo de emissão do documento é de 30 dias.
 
Por enquanto, os únicos países que aceitam o Passaporte para Trânsito de Cães e Gatos são os do Mercosul: Uruguai, Paraguai, Venezuela e Argentina. Mas, segundo o ministério, ainda em março deve ocorrer uma atualização com a inclusão de mais países, como os da União Europeia.
 
Entre as informações que constam do documento estão o nome e endereço do dono; a descrição do animal; nome, espécie, raça, sexo, pelagem e data estimada de nascimento; número de identificação eletrônica do animal (microchip); dados de vacinação e exame clínico fornecidos por médico veterinário. Ele será expedido nos idiomas português, inglês e espanhol.
 
É preciso levar, para fazer o requerimento, um documento de comprovação de aplicação do microchip, atestado de saúde do animal e documentos de identificação e comprovante de residência do proprietário. O animal deve ir junto com o dono para a solicitação.
 
O passaporte vale por toda a vida do bicho, mas as informações sanitárias devem ser validadas a cada nova viagem.


 
Fonte: G1
 
18/03/2014
Três praias brasileiras ficaram entre as mais bonitas do mundo em uma pesquisa com viajantes do mundo todo – uma delas, a Baía do Sancho, em Fernando de Noronha (PE), foi eleita a mais bonita do planeta.
A pesquisa é divulgada anualmente pelo site de viagens TripAdvisor e leva em conta as praias mais bem avaliadas por seus usuários nos últimos 12 meses.
 
As outras duas praias brasileiras na lista mundial de 25 destinos são a Praia dos Carneiros, em Tamandaré (PE) e a praia de Lopes Mendes, em Ilha Grande (RJ).
Na lista das melhores da América do Sul, as praias brasileiras ocuparam os sete primeiros lugares.
Além das três da lista mundial, aparecem, em ordem de classificação, as praias de Arraial do Cabo (RJ), Baía dos Porcos, em Fernando de Noronha, Baía dos Golfinhos, em Pipa (RN) e Praia do Farol (RJ).
No total, o levantamento premiou 322 praias no mundo. O resultado completo pode ser visto neste link.
Fonte: G1


 
Voltar para listagem
 
14/03/2014
Começa neste mês de novembro a temporada 2012/2013 de cruzeiros no litoral brasileiro. A previsão é que o primeiro navio chegue à costa do país no dia 9, inaugurando as viagens por via marítima no dia 14 com um roteiro que vai de Santos (SP) a Búzios (RJ).
Até abril de 2013, espera-se que 762 mil turistas embarquem em um dos 280 roteiros que estarão disponíveis, segundo previsão da Abremar (Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos).
Se, por um lado, o número é 15% inferior ao da temporada passada, por outro haverá mais cruzeiros de longa duração – antes predominavam os “minicruzeiros” (de 3 a 5 noites), e agora a média será de 7 noites.
Nos navios na costa brasileira, muitos passageiros são marinheiros de primeira viagem. Uma pesquisa feita na temporada 2010/2011 mostrou que mais de 60% dos viajantes nunca tinham feito um cruzeiro antes. Mesmo para quem está acostumado a fazer outros tipos de viagem, costumam surgir dúvidas específicas sobre os roteiros nesse meio de transporte. Confira algumas dicas a seguir:
 
O que levar
 
Não há limite de bagagem. A Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos sugere levar dois volumes por passageiro, cada um deles com no máximo 20 kg e o tamanho 40 cm x 60 cm x 30 cm.
É proibido levar a bordo itens que emitam calor (como ferros de passar, velas, incensos), armas, drogas, alimentos, bebidas ou objetos pontiagudos (facas e tesouras). Toda bagagem está sujeita a inspeção por cães farejadores.
Para o dia a dia dentro do navio, basta um vestuário informal (bermudas, camisetas, vestidos, sandálias, chinelos). Para fazer turismo em terra firme, o melhor é ter roupas confortáveis, escolhidas de acordo com o clima das paradas. Quem gosta de se exercitar pode pôr na mala também roupas de ginástica. Em geral, os navios têm academia, pista de caminhada e uma programação de aulas de exercícios.
Recomenda-se não usar trajes de banho nos corredores. Leve saídas de praia, camisetas e shorts para facilitar a passagem da piscina para o interior do navio.
Durante os jantares a bordo, não devem ser usadas roupas de banho, shorts e camisetas. Vale verificar com a companhia quais são os trajes exigidos nos jantares de cada roteiro: a maioria aceita esporte ou esporte fino, mas pode haver eventos de gala (quando é assim, especifica-se no programa da viagem).
Além das roupas, não se esqueça de colocar na mala protetor solar, remédios (inclusive para enjoo) e máquina fotográfica. Muita gente também gosta de levar binóculos, para curtir melhor a vista.
No primeiro dia, é importante levar uma bolsa de mão com uma muda de roupa, traje de banho, remédios e outros objetos pessoais. Cada navio leva em torno de 3.000 malas, e elas podem demorar a chegar à cabine.
É indispensável colocar uma etiqueta na mala com os dados do passageiro (nome, endereço, telefone) e do navio (nome, número da cabine). Em geral, as próprias companhias fornecem essa etiqueta.
Documentação
Para viagens nacionais, é preciso levar um documento de identidade (como o RG ou a carteira de motorista). Para viagens internacionais, um passaporte com no mínimo seis meses de validade.
Embarque
Verifique com antecedência a melhor maneira de chegar ao porto de partida. Muitas companhias oferecem um serviço opcional de traslado (por exemplo, de São Paulo para Santos).
Geralmente, o embarque começa quatro horas antes da partida do navio, e termina duas horas antes. Quem chegar depois disso corre o risco de não embarcar.
Os embarques sempre são realizados após as 11h da manhã. Não se recomenda chegar antes desse horário, pois os terminais ficam lotados de passageiros que estão desembarcando.
Ao chegar ao terminal, dirija-se ao setor de bagagem para deixar as malas. Elas serão levadas diretamente à sua cabine. Em seguida, é preciso ir até o balcão de atendimento da companhia para realizar o check-in (mostrar os documentos e receber as informações sobre o embarque).
Amigos e parentes podem ir se despedir no terminal, mas não podem entrar no navio.
 
A bordo

 
 
Os cruzeiros costumam ter várias atividades gratuitas programadas, que podem ser acompanhadas no informativo deixado nas cabines diariamente. Sessões de ginástica e ioga, aulas de danças, gincanas, teatro e música ao vivo são alguns exemplos. Em alguns casos, é preciso fazer reserva para participar.
Área de lazer de navio (Foto: Divulgação)Navios têm piscina e área para tomar sol, além de bares, restaurantes, lojas e cassino (Foto: Divulgação)
Devido às exigências sanitárias, não é permitido consumir a bordo alimentos e bebidas adquiridas fora do navio.
Como alguns locais de parada não têm porto (por exemplo, Búzios, Fernando de Noronha e Punta Del Este), o embarque e o desembarque é realizado em lanchas ou outros barcos menores que saem do navio até terra firme. Fique atento aos horários desses barcos.
Os navios têm lojas que vendem produtos de grife (roupas, joias, bebidas, maquiagem etc.) a preços mais baixos. Mas as compras só podem ser feitas quando o navio estiver navegando em alto mar, e elas fecham quando ele está atracado. A mesma regra vale para os cassinos.
É bom lembrar que menores de 18 anos não podem circular pelo cassino.
 
Gastos
 
Os gastos a bordo são em dólar e costumam ser computados em um cartão magnético, entregue no momento do embarque. Dentro do navio, é preciso definir, no local indicado pela companhia, qual é o meio de pagamento que será vinculado ao cartão (cartão de crédito ou dinheiro em espécie, por exemplo).
O preço dos cruzeiros inclui, de modo geral, a acomodação na cabine, a maioria das refeições diárias e do entretenimento a bordo (atividades recreativas, espetáculos e festas) e o uso de todas as instalações (piscina, biblioteca, discoteca etc.).
 
Alguns itens que não costumam estar incluídos são: bebidas, excursões opcionais em terra, jogos no cassino, serviços de lavanderia, spa e cabeleireiro, fotos do fotógrafo oficial. Quando o cruzeiro oferece o sistema all inclusive, também inclui bebidas alcoólicas e não alcoólicas. Alguns navios têm ainda restaurantes especiais, que cobram pela refeição.
Todos os navios têm serviço médico, mas a consulta é paga à parte. Sugere-se a contratação de seguro de saúde pelo prazo específico de duração do cruzeiro para que possa pedir reembolso das despesas pagas do seguro contratado.
 
Desembarque
 
Se tiver dúvidas sobre as despesas a bordo, converse com os responsáveis da companhia ainda dentro do navio. As empresas não costumam aceitar reclamações posteriores.
 
Ao buscar a mala, verifique se ela é mesmo a sua, pois há muitas parecidas.
 
No caso de cruzeiros internacionais, todos os passageiros precisam preencher a Declaração de Bagagem Acompanhada. Se houver algum produto a declarar, é preciso se apresentar à Receita Federal no desembarque.
 
Fonte: G1
10/03/2014
Uma cachoeira feita de pedra, e não de água, é uma das atrações curiosas no estado de Oaxaca, no sul do México.
São, na verdade, duas cascatas petrificadas, de cerca de 30 metros de altura, "esculpidas" durante anos por pequenas quantidades de água com carbonato de cálcio que brotam de poças na parte superior da rocha. Elas ficam na região de "Hierve el Agua" (ferve a água, em espanhol).
 
Por conter forte de minerais, essa água, que tem uma temperatura de cerca de 24°C e escorre pouco a pouco, vai deixando sedimentos de apenas alguns miligramas na rocha.
Centenas de milhares de anos depois, o efeito é o que pode ser visto nas cachoeiras de Hierve el Agua.
A atração fica a 70 km da capital do estado, Oaxaca. Quem quiser passar o dia pode fazer caminhadas por 2 km de trilhas ou nadar em piscinas naturais quentes.

 
Fonte: G1
13/02/2014
A Costa Cruzeiros ampliou o parcelamento de seus roteiros tanto na temporada brasileira e sul-americana 2013/2014, quanto para destinos na Europa, Caribe e Emirados Árabes. Hóspedes brasileiros agora podem dividir o pagamento das viagens em 12 vezes sem juros no cartão de crédito.
 
Para poder fazer o pagamento nessas condições é necessário reservar o cruzeiro até dia 7 de março, independentemente da data de partida da viagem. “Estamos sempre buscando garantir novos benefícios para que o brasileiro viaje com a Costa para qualquer lugar do mundo. Por isso, ampliamos de 10 para 12 vezes as condições de pagamento neste período”, comenta a gerente Vendas e Marketing da Costa Cruzeiros, Marcia Galvão.







 
Na atual temporada na América do Sul e Brasil, a companhia está com dois navios, o Costa Fascinosa e o Costa Favolosa, que pela segunda vez consecutiva estão na região. O Costa Favolosa faz rotas de 8 e 9 noites pela região do Prata com embarque no Rio de Janeiro. Já o Costa Fascinosa alterna cruzeiros de 6 e 8 noites pela Bahia e por Buenos Aires, na Argentina, e Punta del Este, no Uruguai, com saídas de Santos.
 
Veja alguns roteiros:
 
Carnaval na Bahia - Cruzeiro de 6 noites a bordo do Costa Fascinosa, com saída do porto de Santos em 2 de março. Escalas em Salvador, com pernoite, e Ilhabela. Preços a partir de R$ 2.590 por pessoa, mais taxas.
 
Brasil, Uruguai e Argentina - Cruzeiro de 8 noites a bordo do Costa Favolosa, com saída do Rio de Janeiro em 23 de fevereiro. Escalas em Angra dos Reis, Ilhabela, Punta del Este e Buenos Aires. Preços a partir de R$ 2.320,50 por pessoa, mais taxas.
 
Itália, França e Malta - Cruzeiro de 11 noites a bordo do Costa neoRiviera, com saída de Savona, na Itália, em 8 de julho. Escalas em Toulon, na França, Propriano, na Córsega, Olbia, Trapani, Salerno, Capri e Portoferraio, na Itália, e La Valletta, em Malta. Preços a partir de R$ 3.658 por pessoa, mais taxas.
 
 
 
Fonte: Terra
09/02/2014
A igreja do vilarejo San Juan Parangaricutiro, no estado de Michoacán, no centro-oeste do México, foi abandonada às pressas em 1944 pelos moradores do local, que fugiam da lava do vulcão Parícutin, que surgiu em 1943, em plena atividade. Hoje, com o vulcão dormente há décadas, a região virou ponto turístico e sítio arqueológico, principalmente a igreja, que ainda segue parcialmente enterrada pela lava endurecida. As casas mais baixas ao redor da construção desapareceram.
 
Segundo um estudo da Universidad Michoacana de San Nicolás de Hidalgo, o vulcão surgiu em 20 de fevereiro de 1943, do meio de uma plantação de milho, e atraiu a visita de diversos cientistas interessados em ver sua erupção. Ele chegou a ter 2.800 metros de altura e ficou ativo até 1949. Em 1952, depois de três anos parado, o vulcão chegou a jorrar lava a alturas consideráveis, mas acabou ficando inativo deste então.
 
A lava, que agora virou rocha, chegou a cobrir uma área de 18 quilômetros quadrados e afetou diretamente cinco vilarejos ocupados predominantemente por indígenas: Parícutin, San Juan Parangaricutiro, Zirosto, Zacán e Angahuan. Ainda de acordo com o documento, em julho de 1944 mais de 2.500 pessoas participaram de um êxodo para fugir do fenômeno natural, incluindo as populações inteiras de Parícutin e San Juan Parangaricutiro.
 
A algumas dezenas de quilômetros dali, foi fundada outra vila, chamada de Nuevo San Juan Parangaricutiro. No local onde era o vilarejo de Parícutin hoje fica a cratera do vulcão homônimo.
O Parícutin é considerado pelo governo mexicano o vulcão "mais jovem" do mundo, e já foi incluído em diversas listas das maiores maravilhas naturais do planeta.
 
Turismo na região
O vulcão fica a 150 quilômetros da cidade de Morelia, a capital do estado de Michoacán e também uma atração turística –a preservação do centro histórico da cidade fez com que ela fosse eleita patrimônio cultural da humanidade pela Unesco. A cidade mais próxima, Uruapan, é considerada a capital mundial do abacate, muito usado na gastronomia mexicana para fazer o famoso guacamole. Uruapan fica a 37 quilômetros de Angahuan, o vilarejo mais próximo ao vulcão, e a 403 quilômetros do Distrito Federal, onde fica a capital do México.
 
Uma das formas de chegar até a base do vulcão e as ruínas da igreja é contratando um passeio a cavalo.
 
Em 2013, o governo de Michoacán anunciou um investimento de 6,5 milhões de pesos mexicanos (mais de R$ 1 milhão) para adequar as instalações nos arredores para o uso de turistas, como a instalação de sanitários e rampas de madeira para facilitar o acesso de pessoas mais velhas até o local.
02/02/2014
Dois hostels (albergues da juventude) brasileiros foram escolhidos os melhores da América Latina na premiação mais conhecida do setor.
Chamado de “Hoscars”, o “Oscar” dos hostels é divulgado anualmente pelo site HostelWorld, especializado em reservas desse tipo de acomodação. Ele é baseado nas notas dadas pelos usuários aos albergues onde se hospedam.
Com 96% de aprovação pelos hóspedes, o Discovery Hostel, no Rio de Janeiro, foi eleito o melhor do Brasil da América Latina na edição 2014. Localizado na Glória, o estabelecimento fica próximo ao metrô e a bairros como Lapa e Santa Teresa, tem bar e oferece internet gratuita.
Florianópolis
 
Em segundo lugar na América Latina ficou o Barra Beach Club, localizado na Barra da Lagoa, em Florianópolis. A terceira colocação ficou com um hostel de Santiago, no Chile, o H Rado Hostel.
Esta é a 12ª edição do prêmio. Os melhores do mundo são divididos por tamanho do estabelecimento. O Soul Kitchen, em São Petersburgo, na Rússia, foi o melhor entre os hostels pequenos; o Home Lisbon, em Lisboa, Portugal, o primeiro entre os de médio porte; o Tattva Design, também em Lisboa, foi o melhor entre os de grande porte e o Wombats City Hostel Budapest, em Budapeste, Hungria, foi o primeiro entre os extra-grandes.
O prêmio também elegeu o hostel com melhor relação custo-benefício, o mais limpo, o mais seguro e o mais bem localizado. 

Fonte: G1
 
29/01/2014
Documento deixou de ser exigido mutuamente desde esta quinta-feira.
Brasil é o 6° mercado de visitantes internacionais que vão para o México.  

As autoridades mexicanas preveem que a supressão de vistos entre México e Brasil, que entrou em vigor na quinta-feira (16), estimule o fluxo de turistas entre os dois países, afirmou nesta sexta-feira (17) em comunicado a Secretaria de Turismo (Sectur) do país. "O Brasil é o sexto mercado de visitantes internacionais para nosso país. Em 2012 viajaram mais de 248 mil brasileiros ao México", indicou a Sectur, acrescentando que medidas como esta contribuirão ao reposicionamiento desta nação no setor.

Segundo dados oficiais, o Brasil é o sexto mercado de visitantes internacionais para o México e os destinos que recebem o maior número de visitantes brasileiros são Cidade do México e Cancún.
Em 2012, 248.900 turistas brasileiros visitaram o México, número 26,8% maior ao de 2011 e 111,5% superior ao de 2010, assinalou a Sectur.
 
A secretaria acrescentou que atualmente operam 71 voos mensais diretos das empresas Aeromexico e TAM, que conectam a Cidade do México com São Paulo.
 
O órgão lembrou que a decisão de suprimir os vistos em passaportes comuns foi resultado do acordo entre o presidente do México, Enrique Peña Nieto, e a presidente Dilma Rousseff, durante reunião na Cúpula da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (CELAC) de janeiro passado no Chile.
 
Fonte:Terra
26/11/2013
É possível ter noção da importância da moda para uma cidade quando uma vitrine vira ponto turístico, e as pessoas disputam o melhor lugar para posar para foto. A loja em questão é a Louis Vuitton, uma das mais antigas, inaugurada em 1914. Além dela que vive lotada , a Cartier, a Chanel, a Dior, a Dolce&Gabanna e a Gucci são algumas das grifes de luxo encontradas ao longo da Avenida Champs Elysées. Mas se quiser encontrar algum artigo dessas marcas por menos de mil euros, o caminho é a La Vallée Village, da rede do Chic Outlet Shopping.
 
 
Das villages, é a segunda maior, depois de Londres. Siga o fluxo se quiser ir atrás dos melhores descontos: onde há burburinho, há preço baixo. A Ralph Lauren vive lotada. Também pudera: vários itens podem ser encontrados por cerca de 20 euros. Armani, Burberry, Calvin Klein, Jimmy Choo, Lacoste, Valentino e Versace são algumas das outras marcas famosas por lá. Vale uma visita à francesa Zadig & Voltaire, que oferece camisas femininas por cerca de 30 euros.
 
Bebida para comemorar as pechinchas? Que tal uma taça de champanhe? A região onde é produzida a maioria dos vinhos espumantes brancos e rosados fica a uma hora de Paris. Vale aproveitar o passeio à capital francesa e dar um pulo em Champagne. Na Champagne Pannier, há tours em francês, inglês, holandês e alemão para indivíduos e grupos de até 200 pessoas por 8 euros (R$ 28). Além dos vídeos apresentados, uma guia percorre uma área subterrânea de 2 mil metros quadrados de extensão e conta o passo a passo a cadeia de produção da bebida. As uvas, do tipo pinot noir e chardonnay, segundo a guia Raphaelle Davies, são colhidas manualmente.
 
— As máquinas não sabem quais são as melhores — esclarece.
 
As garrafas são viradas duas vezes por dia durante oito semanas para o líquido se transformar em espumante. Oito mil passam por esse processo a cada hora. A Pannier produz 60 mil unidades por safra. É possível fazer um jantar dentro da cave. O grand finale é, finalmente, a degustação do champanhe. Em média, as garrafas custam R$ 90.
 
Fonte:DONNA ZH
12/08/2013
Não é só o Brasil que sofre com episódios de caos aeroportuário. No mundo, viajantes das mais diversas procedências vivem perdendo seus voos por causa de mau tempo, cancelamentos e até erupções vulcânicas. Foi pensando nesse público que a mochileira canadense Donna McSherry desenvolveu o site "Sleeping in Airports", que dá dicas sobre como enfrentar uma longa jornada dentro de um aeroporto e achar um lugar para dormir dentro dos terminais.
 
O site, que também serve para viajantes que não querem gastar dinheiro com hotéis durante longas esperas por conexões, reúne informações sobre os melhores lugares para dormir nos principais aeroportos do mundo, tudo baseado nas experiências de McSherry e de milhares de viajantes que mandam seus relatos para o "Sleeping".
 
Logo de cara, o "SiA" exibe um guia com dezenas de dicas para pessoas que precisam passar uma noite em um terminal de embarque. Uma delas é "sempre esteja preparado para o caso de seu voo ser cancelado". Portanto, o passageiro deve carregar itens como "protetores auriculares, um despertador, travesseiro e alguma comida".
 
O site também traz um ranking com os melhores e os piores aeroportos para dormir no mundo (baseado em uma votação que contou com a opinião de 18.190 pessoas). Ter assentos sem apoio de braço (que impede que os viajantes deitem nos bancos), internet gratuita, lanchonetes 24 horas e banheiros limpos foram alguns dos quesitos necessários para ocupar o topo da lista.
 
Nessa disputa, o campeão foi o aeroporto de Cingapura, que oferece salas de descanso, wi-fi gratuito, locais para guardar a bagagem, áreas com video-games e até uma piscina (com acesso pago). O aeroporto carioca do Galeão, por sua vez, foi considerado o segundo pior para dormir na América Latina. "É deprimente ter que passar por aqui antes de um voo. O lugar se parece com alguma estrutura da União Soviética dos anos 50", escreveu um participante da pesquisa.
 
Mais informações: www.sleepinginairports.net (site em inglês)  
12/08/2013
Como forma de valorizar os clientes, a Bellenzier Turismo sorteou no dia 12 de agosto um relógio de pulso masculino. O sorteio foi realizado de forma aleatória, no qual todos os clientes até 10 de agosto automaticamente participaram. 
 
O papai sortudo desta edição foi o Sr. Antonio Policarpo!
 
Para acompanhar promoções e sorteios, siga nossa fanpage no facebook: www.facebook.com/bellenziertur



ASSINE NOSSA newsletter

51 34982967
51 997377936
RS 040 km 27 – nº 19286 loja 04 - Águas Claras/Viamão RS